Pagamentos Paypal com débito em breve

news-icon2O Paypal alterou recentemente as condições de contrato em vigir a partir de 26 de março de 2016.

A boa notícia para quem compra na internet é que um Utilizador com uma morada registada em Portugal pode agora pagar com as suas contas bancárias e/ou realizar uma transferência eletrónica das suas contas bancárias para o PayPal através do quadro de débito direto SEPA, ou seja pode carregar a sua conta paypal a partir da conta bancária, sem precisar de cartão de crédito. Para quem não tem cartão de crédito tinha de inventar até maneiras para pagar por paypal (por exemplo criando  um  cartão visa “virtual” no MBnet). Muitas vezes dava alguns problemas (por ex. ficar com a conta paypal bloqueada por criar tantos cartões de crédito – para várias compras num curto espaço de tempo). Para não falar nas vantagens do conforto, rapidez, segurança e não ter de proceder a pagamentos por transferências bancárias para fora do país.

SEPA – Espaço Único de Pagamentos em Euros, é o sistema criado pela comissão europeia para facilitar transferências na UE. Quando se associa uma conta bancária ao paypal será dada uma atorização de débito direto dessa conta (que pode ser cancelada). paypal-icon

No novo contrato deverá constar agora o seguinte:

PayPal fará transferências eletrónicas a partir da conta bancária do Utilizador, no valor especificado, através de um mecanismo chamado Automated Clearing House (ou ACH como sigla) (isso pode envolver o uso do Serviço de Pagamentos Mais Rápidos se: fizer uma “Transferência bancária de adição de fundos”; a sua conta bancária estiver em Portugal e o banco suportar esse serviço para essa transferência em particular). O Utilizador concorda que os pedidos que apresentar junto de PayPal para fazer transferências eletrónicas a partir da sua conta bancária constituem a sua autorização para PayPal fazer as transferências e que, uma vez dada a sua autorização para a transferência, não será possível cancelar a transferência eletrónica. O Utilizador confere ao PayPal o direito de voltar a enviar um débito ACH que tenha previamente autorizado e que tenha sido devolvido por insuficiência de fundos ou fundos não cobrados. Se o Utilizador cancelar qualquer débito direto (incluindo, entre outros, qualquer Débito Direto SEPA), concorda em reembolsar o PayPal pelo valor de quaisquer artigos ou serviços que tenha consumido com a receita desse débito direto”.

Outras alterações ao contrato, tê a ver sobretudo com renovação de medidas de segurança, proteção de comprador e prevenção de fraudes.

A informação completa das alterações de contrato paypal pode ser lida neste link.

 

 

 

 

 

Como se registar no ebay e começar a comprar

passo a passoPara quem se inicia no ebay ficam aqui dois vídeos com os primeiros passos a dar e alguns conselhos úteis.

O registo é um processo rápido, como que criar uma conta de email, demorando apenas uns minutos. É necessário a priori ter mais de 18 anos, se bem que parece só se confirmar através de uma conta bancária e/ou cartão de crédito internacional, e deste modo assim poder criar uma conta PAYPAL (veja este post)

Paypal prolonga o prazo de abertura de disputa para 180 dias

news-icon2O Paypal, site paypalde pagamentos online, anunciou este fim de semana que prolongou o prazo de abertura de um caso de disputa para 180 dias, em vez dos habituais 45 dias. A razão deve-se certamente a compras no estrangeiro que se tornam demoradas, por atrasos nos serviços de correio ou por inspeção das alfândegas. Realmente havia casos de produtos que tardam quase dois meses a chegar por correio, mesmo sem inspeção alfandegária, o que deixava muito pouco espaço para a abertura de um processo de disputa, que não faria certamente sentido, se o artigo ainda não tinha chegado. Certamente muitos dos casos de disputa abertos seriam fechados mais tarde por se confirmar a chegada da encomenda ao seu destino. O comprador, na dúvida abria o caso, para não perder os seus direitos – já o fiz várias vezes.

O paypal garante a proteção do comprador no caso de o artigo adquirido, não ser igual ao anunciado, ou não chegar a acordo na disputa com o vendedor. Depois de investigado o caso e se verificar a razão da parte do comprador, este é totalmente reembolsado tanto com o preço do produto, como com as despesas de envio do mesmo.

Esta deve ser uma das medidas do “novo” paypal, que se prevê separar-se do ebay, agindo como entidade independente. O facto é qu o Paypal é cada vez mais usado em transações online de muitos produtos e serviços. A ver vamos.